A importância do desenvolvimento de atividades externas na Educação Infantil

O espaço externo deve ser como uma ampliação da sala de aula, a privação desse espaço não traz para a criança o desenvolvimento esperado, pois o espaço externo promove para as crianças oportunidades para o crescimento, para o contato e interação social, o desenvolvimento da imaginação, promove o brincar, desenvolve a coordenação

motora.




É válido ressaltar que um ambiente externo que venha proporcionar essas experiências para as crianças, deve ser planejado cuidadosamente, não apenas designar um espaço com grama e cimento para as crianças brincarem. Esse ambiente precisa ter objetos que possam ser válidos para a utilização com as crianças, a professora precisa ter uma interação com elas, não sendo apenas uma supervisora das brincadeiras, não que seja necessária essa mediação o tempo todo, porque é importante para as crianças criarem sua própria independência para explorarem sozinhas qualquer espaço.

A criança ela precisa brincar, explorar e interagir com o ambiente e com outras crianças, no ambiente externo não é diferente. Winicott (1975) diz que para a criança o brincar é a sua linguagem (expressa suas alegrias, frustrações, habilidades e dificuldades). É a maneira encontrada para se expressar no mundo e comunicar a sua realidade interior. No espaço externo podem ser criadas diversas atividades para as crianças, principalmente atividades motoras, como correr, pular, escalar, escorregar. Na educação infantil esses tipos de atividades contribuem muito para o desenvolvimento das crianças, pois muitas vezes em casa elas não têm todos os estímulos corporais necessários, pois muitas não têm acesso a um ambiente que proporcione tudo isso.

O espaço externo não deve ser usado apenas para o uso dos playgrounds, mas ele também pode ser um ambiente para criar jogos, e outros tipos de brincadeiras. Como o cuidado das crianças com a natureza e a exploração elas poderão fazer nesse espaço. No calor também pode ser dado banho com mangueira, ou apenas se sentar com elas na natureza para contar uma história. É importante que elas possam interagir umas com as outras, com a natureza e com os materiais disponíveis a elas.


As crianças da Educação Infantil percebem as coisas pelos sentidos, e o ambiente externo proporciona essas experiências. Como a experiência sensorial ao brincarem na terra, as outras texturas que encontrarão e a experiência sonora ao ouvirem os sons que a natureza produz. As variadas transformações que ocorrem na natureza também serão percebidas pelas crianças, o plantio e o cultivo de uma horta as ajudarão a compreender esses processos de transformações e do crescimento, com esse tipo de atividade as crianças se sentirão importantes e mais independentes, aprendendo com a interação que terão com os amigos.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

“Mas fono, até que idade é normal meu filho falar errado?” Muitas mamães e papais me fazem essa pergunta, as preocupações e dúvidas sobre o desenvolvimento dos pequenos são inúmeras, e eu vou tentar r