Desenvolva uma mentalidade de crescimento sobre os erros cometidos

Atualizado: Jun 20



As mudanças causadas pelo Covid-19 impactaram nossas vidas, queira sim, queira não, de inúmeras maneiras. Recentemente boa parte dos leitores teve que mudar a maneira como trabalha, onde trabalha, como trabalha e mesmo quando trabalha. É evidente que tais mudanças são acompanhadas de muita ansiedade e desconforto, além de muita preocupação por não estar fazendo nada muito bem. Então, quando as coisas começam a dar errado, como costumam acontecer hoje em dia, é preciso nos tranquilizar dizendo a nós mesmos: "Tudo bem cometer erros!" E "não se esqueça de abordar novas situações com uma mentalidade de crescimento", termo cunhado por Carol Dweck, psicóloga de Stanford.


Mentalidade de crescimento


Ter uma mentalidade de crescimento significa acreditar em poder aprender qualquer coisa, mesmo coisas novas e desafiadoras, com esforço, trabalho duro e perseverança. Só porque eu não conheço todos os caminhos da tecnologia virtual, não significa que eu nunca aprenderei como usá-la.


Cometer erros pode torná-lo mais inteligente, evidentemente que para isso, devemos tirar lições como forma de aprendizado e tentar consertar o erro. A ciência do cérebro confirma isso. Pesquisas neurológicas recentes mostraram que nossos cérebros aumentam a conectividade neural quando cometemos erros. Os pesquisadores descobriram que, quando cometemos um erro, nossos neurônios "disparam" e enviam sinais cerebrais elétricos, independentemente de percebermos que cometemos um erro ou não. E mais, quando temos uma mentalidade de crescimento sobre erros, nosso cérebro mostra mais atividade neural. O estudo evidenciou ainda que, quando as pessoas com uma mentalidade de crescimento cometiam um erro, tinham maior consciência desses erros e eram mais propensas a tentar corrigi-los. Quando todos voltaram e tentaram a tarefa novamente, as pessoas com uma mentalidade de crescimento (em comparação àquelas com uma mentalidade fixa) foram mais precisas e cometeram menos erros do que na primeira vez. A pesquisa mais recente mostra que isso também é válido para crianças em idade escolar com uma mentalidade de crescimento. Se você entrar em uma situação nova ou desafiadora, acreditando que pode aprender qualquer coisa (tendo uma mentalidade de crescimento), mas se errar, seu cérebro reagirá mais positivamente do que se você entrar em uma situação pensando: “Eu não acho posso fazer isso".


Muitos de nós estão em casa com os filhos que também estão aprendendo coisas novas e assumindo novos desafios. Então, como podemos incentivá-los a ter uma mentalidade de crescimento quanto a erros?



Eis aqui 5 sugestões:


  1. Normalize erros. Lembre a sua criança que os erros são parte normal do aprendizado, e fale sobre um momento em que você cometeu um erro. Mencione o que aprendeu com ele ou como tentou resolver o problema (deixei o bolo queimar, atrasei para um compromisso...).

  2. Fique calmo. Pesquisas mostram que a maneira como os adultos reagem aos erros das crianças influencia sua mentalidade. A chave é tentar não reagir com ansiedade ou frustração quando seu filho cometer um erro ou enfrentar um revés.

  3. Reflita sobre o erro. Depois que seu filho cometer um erro (e as coisas se acalmarem), pense nele como o início do processo de aprendizado (não o fim) e ajude-o a refletir sobre o erro. Peça para descrever o que aconteceu quando cometeram o erro, mas certifique-se de seguir com: "Então, o que você poderia fazer de diferente da próxima vez?"

  4. Estratégia. Incentive seu filho a encontrar novas maneiras de resolver o problema ou corrigir o erro. A solução de problemas é uma parte importante do processo de aprendizagem e incentivar as crianças a criar novas estratégias para corrigir um erro resultará em mais crescimento do cérebro! Resista ao desejo de dizer ao seu filho como consertar o erro (eu sei que é difícil!), pois dizer aos filhos como consertar erros podem levá-los a desenvolver uma mentalidade fixa se acharem que seus pais não os consideram capazes.

  5. Dê permissão para falhar. Incentive seu filho a experimentar coisas novas, sem medo de fracassar. Ao tentar algo novo, envie mensagens como: "Isso é algo novo que estou tentando aprender, para não ser bom nisso imediatamente. Eu vou cometer erros, e tudo bem. Estou estimulando o desenvolvimento do meu cérebro ao tentar algo novo e desafiador!”


Prática significa progresso! Lembre-se que você faz parte de um processo de aprendizado, por isso não se preocupe com a perfeição. Observe em seus filhos quando o progresso está sendo realizado, e incentive-os a continuar.

Dweck, Carol S. (2008) Mindset: the new psychology of success. New York: Ballantine Books.

Mangels, J. A., Butterfield, B., Lamb, J., Good, C., & Dweck, C. S. (2006). Why do beliefs about intelligence influence learning success? A social cognitive neuroscience model. Social cognitive and affective neuroscience, 1(2), 75–86. https://doi.org/10.1093/scan/nsl013.

Schroder, H.S., Fisher, M., Lin, Y., Lo, S., Danovitch, J.H., Moser, J.S. (2017). Neural evidence for enhanced attention to mistakes among school-aged children with a growth mindset. Developmental Cognitive Neuroscience, 24, 42-50. https://doi.org/10.1016/j.dcn.2017.01.004.


Topics: Escola Infantil Vila das Letras, Educação infantil, desenvolvimento social e emocional, envolvimento da família.

25 visualizações

Segunda a Sexta-feira

07:30 às 19:00

Berçário, Maternal I, Maternal II, 1º Período, 2º Período

Turno: Integral/ Parcial

Endereço:

Rua Júpiter, 302, Bairro Ana Lúcia

Belo Horizonte/Sabará, MG - Brasil

(31) 9 9745-9186 

  • Instagram
  • Facebook
  • LinkedIn ícone social