Dicas de lanches saudáveis

Algumas ideias para organizar o lanche da tarde sempre são bem-vindas, não é mesmo?! Facilita muito quando nos programamos para o que vai acontecer. Fazemos compras mais certeiras e necessárias.




O ideal é realizarmos lanches baseados em alimentos de base, os quais nós nutricionistas, gostamos de chamar de: “comida de verdade”. São os in natura ou minimamente processados, que compõem preparações culinárias deliciosas.


Na falta de tempo ou de habilidades, existem opções prontas que podem facilitar, mas precisam ser bem escolhidas. Como? Ler o rótulo é importantíssimo, procure aqueles produtos com menos ingredientes possíveis e que os melhores sejam os primeiros da lista. Também existem diversos produtores de preparações caseiras, é como se tivéssemos feito em casa, mas pelas mãos de pequenos, porém grandes empreendedores, sem aquele monte de ingredientes químicos dos alimentos ultraprocessados.


Vamos lá, lembrando que são propostas para crianças acima de 1 ano, sempre alimentadas sob supervisão, em companhia e respeitando sua saciedade. Toda sugestão pode ser adaptada de acordo com a necessidade e particularidade da criança. Vale um olhar carinhoso ao estilo de vida alimentar de cada família, bem como atenção aos casos de intolerância e alergia, realizando as substituições pertinentes:

Segunda-feira: Fruta inteira + tostex de pão integral com queijo branco, tomate e orégano

Terça-feira: Fruta picada com iogurte natural e aveia ou granola

Quarta-feira: Salada de frutas com castanhas + fatia de bolo caseiro sem açúcar

Quinta-feira: Fruta aquecida na frigideira com canela (ex.: banana ou maçã) + panqueca colorida com queijo

Sexta-feira: Fruta em fatia + milho na espiga e ovinhos de codorna cortados ao meio

Sábado: Frutas espetadas no palito de picolé + pão de queijo caseiro

Domingo: Fruta congelada batida + torta salgada

Aproveitem a companhia dos pequenos para prepararem juntos, sempre que possível!

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

“Mas fono, até que idade é normal meu filho falar errado?” Muitas mamães e papais me fazem essa pergunta, as preocupações e dúvidas sobre o desenvolvimento dos pequenos são inúmeras, e eu vou tentar r