Dicas para acertar com os cuidados iniciais do seu bebê



Separamos dicas importantes relacionadas ao primeiro ano de vida do bebê e como evitar alguns erros que listaremos nesse post.


Começo dizendo que todos os pais cometem erros. Sim, basta refletir sobre os seus próprios pais. Semelhantemente a qualquer ser humano, você vai pensar numa variedade de coisas que eles poderiam ter feito de um modo mais acertado. Todos nós aprendemos, cada dia que passa é uma nova lição. A verdade é que ninguém é perfeito. Mas se você conhece alguns dos erros mais comuns dos pais, talvez possa evitar cometê-los.

1) Entrando em pânico com tudo e qualquer coisa

Muitos novos pais têm reações físicas exageradas quando o bebê faz movimentos para cuspir, vomitar e outras coisas. Os pais podem desperdiçar todo o primeiro ano de vida do bebê preocupando-se com as pequenas coisas. Ele está evacuando muito ou pouco? Ela está cuspindo muito? Ela está comendo o suficiente ou pouco? Ele chora muito ou não o suficiente? Isso soa familiar para você? E a criança acaba absorvendo essa ansiedade num ato de reflexo aos comportamentos de quem está a sua volta.


A preocupação exagerada impede que você seja espontâneo e aproveite o primeiro ano de vida do seu filho. Os bebês possuem mais resistência do que imaginamos.

2) Não deixar seu filho chorar

Muitos dos pais imaginam que o seu trabalho seria o de garantir que o seu bebê não chore. Isso é porque associamos o choro ao fato de que estamos fazendo algo errado e precisamos corrigir. Saiba que os bebês choram, faz parte da maneira como se expressam nesse mundo desconhecido. Eles podem estar limpinhos e bem alimentados, e ainda assim chorar como se você estivesse arrancando um braço. Porque é assim que os bebês se comunicam. Isso não significa que você não pode consolá-los ou acariciá-los.

Mas se o seu filho ficar inconsolável, apresentar febre, ou marcas na pele, vômitos, barriga inchada ou qualquer outra coisa incomum, leve ao médico. Você conhece melhor o seu bebê. Se você acha que algo não está certo, sempre verifique com seu médico.

3) Acordar seu bebê para mamar a noite

Bebês amamentados podem - e devem - dormir a noite toda. Mas há um equívoco comum de que o leite materno não sustenta o suficiente para fazer uma criança dormir. Saiba que é benéfico para bebês amamentados e suas mães o sono contínuo durante toda a noite.

4) Febre em um recém-nascido

Qualquer temperatura acima de 37,5ºC e abaixo de 35,5ºC em bebês com menos de três meses é um sinal de que deverá procurar um médico. A única exceção é a febre que se desenvolve 24 horas após a primeira série de imunizações de um bebê.

5) Não instalar corretamente o assento do carro

Aqueles pais que já passaram por essa experiência sabem que instalar um assento de carro pode parecer uma ciência do foguete. Siga fielmente as instruções do fabricante. Compre somente as cadeirinhas certificadas pelo INMETRO.

6) Negligenciar os cuidados bucais com seu bebê

Muitos pais de primeira viagem não pensam nos dentes ou na saúde bucal de seus recém-nascidos até que seja tarde demais. Seu bebê nunca é muito novo para você começar a encorajar bons hábitos de saúde bucal. Depois que os dentes surgirem, não deixe o seu filho ficar sem a higiene bucal após tomar um leite na cama. Isso aumentará o risco de desenvolver o que chamamos de “cáries da mamadeira”.

Use uma gaze molhada para limpar as gengivas do seu bebê. E comece a usar uma escova de dentes quando o bebê completar 1 ano.

7) Ignorar seu casamento

Permanecer conectado dentro do casamento quando você tem um filho é realmente importante e pode ser esquecido. Uma eventual dificuldade nesse relacionamento poderá ser ampliada por ter um filho. E embora você tenha que se concentrar muito no novo bebê, você deve, de alguma forma, manter a sensação de ser um casal.

8) Brigar muito (ou muito pouco) na frente de seu bebê

Mesmo uma criança de 3 meses vai internalizar essas emoções. Em termos de desavenças, reflita sobre a intensidade e a frequência que isso ocorre no ambiente familiar. Quando as pessoas começam a reprimir muito, é tão ruim quanto ir para o outro extremo.

9) Acreditar em fontes não confiáveis ​​para aconselhamento

Muitos pais de primeira viagem vão aos lugares errados para obter conselhos. Tome cuidado com o local onde obtém suas informações. Fontes da área de saúde tais como sites de hospitais com dicas, faça uma consulta a respeito do currículo de determinado influenciador digital profissional da saúde, sites governamentais são também fontes confiáveis e úteis ao tomar decisões sobre cuidados médicos gerais.

10) Estabeleça regras de visita

Amigos e entes queridos vão querer te visitar para admirar seu recém-nascido. Informe quais dias funcionam melhor e quanto tempo você tem para uma visita, pode inclusive utilizar as redes sociais para isso de uma maneira super educada que todos vão adorar. Peça para que os visitantes lavem as mãos antes de segurar o bebê. Permita que algum familiar cuide do seu bebê enquanto você descansa.

11) Mantenha sua perspectiva

Os dias do recém-nascido não durarão muito. Dê um passo para trás e aprecie o momento, mesmo em meio ao caos.

12) Saiba quando procurar ajuda adicional

A maternidade é um desafio, mesmo em um dia bom. Se você estiver deprimida ou com problemas para se ajustar à vida de um recém-nascido, consulte seu médico ou um profissional de saúde mental. Aprender a lidar com o novo estresse em sua vida pode ajudá-la a enxergar a vida com uma visão diferente as riquezas que os pais têm a oferecer.

13) Siga o fluxo

Reserve bastante tempo todos os dias para sessões de cochilos e crises de choro. Quando precisar sair, dê a si mesmo tempo extra para preparar a mochila com os suprimentos necessários e faça a inevitável troca de fralda de última hora.

14) Espere uma montanha-russa de emoções

Saiba que você pode deixar de adorar o seu bebê ou ficar encantada com os dedinhos das mãos e dos pés ao mesmo tempo que lamenta a perda de independência e se preocupa com sua capacidade de cuidar de um recém-nascido, tudo no espaço de uma hora.

Provavelmente, você e seu parceiro estão cansados ​​e ansiosos também. Para ajudá-lo a ficar conectado, converse sobre o que está incomodando você - como orçamento apertado ou dificuldade em acalmar o bebê. Uma risada compartilhada pode ajudar a aliviar o clima.

15) Lembre-se de quem está a sua volta

Seu recém-nascido precisa de seu amor e atenção, mas lembre-se daqueles que estão a sua volta. Se você tiver outros filhos, reserve um tempo individual com cada um deles. Encontre um amigo para almoçar. Pode ter certeza que isso lhe fará bem.

16) Saia de casa

Se você estiver enlouquecendo com um recém-nascido agitado, leve-o para passear. Se você puder, deixe alguém de sua confiança assumir por um tempo. Quando amigos e entes queridos se oferecem para ajudar, aceite-os. Sugira segurar o bebê, dobrar a roupa ou fazer algumas coisas - o que for mais útil para você.



Caso você ainda não conheça, temos a nossa página no Instagram @viladasletrasbh, siga a gente lá.



Relacionados: Curiosidades sobre o sono infantil


https://www.mayoclinic.org/healthy-lifestyle/infant-and-toddler-health/in-depth/newborn/art-20045498
https://www.webmd.com/parenting/baby/features/10-mistakes-new-parents-make#3

Tags: bebê; criança; cuidados iniciais, recém-nascido; Escola Infantil Vila das Letras.

Segunda a Sexta-feira

07:30 às 19:00

Berçário, Maternal I, Maternal II, 1º Período, 2º Período

Turno: Integral/ Parcial

Endereço:

Rua Júpiter, 302, Bairro Ana Lúcia

Belo Horizonte/Sabará, MG - Brasil

(31) 9 9745-9186 

  • Instagram
  • Facebook
  • LinkedIn ícone social